As facilidades nas realizações de operações de crédito com a utilização da alienação

Provavelmente você já efetuou um empréstimo com garantia de bem, ou financiou uma casa ou um carro. Pois bem, com certeza ao ler o documento da operação ou do contrato você deve ter visto uma observação, sinalizando que o bem em questão está em alienação fiduciária. Mas o que isto significa? A princípio pode assustar quem não conhece a expressão, que envolve colocar um patrimônio em garantia para o pagamento das obrigações assumidas em uma operação de crédito.

Na realidade, não se trata de um bicho de sete cabeças. Vamos detalhar um pouco mais sobre esse tipo de garantia focada na alienação fiduciária de veículos, e demonstrar que, na prática, esse tipo de operação pode ser a solução exata para quem precisa de dinheiro rápido para manter o seu negócio em pleno crescimento.

O que significa alienação fiduciária?

 Está cada vez mais popularizado o instituto da alienação fiduciária como garantia de operações financeiras. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas têm se utilizado desse instrumento legal na hora de conseguir um financiamento. Você já deve ter realizado algum empréstimo com garantia de pagamento, ou conhece algum amigo ou empresa que o fez.

Grosso modo, a alienação fiduciária é um recurso utilizado em modalidades de empréstimo e financiamento nas quais uma pessoa física ou jurídica solicita um crédito e, para transmitir confiança em relação ao pagamento, transfere um bem para o credor a fim de garantir o compromisso assumido.

Isso significa que o devedor (pessoa que recorre ao financiamento/empréstimo), transfere ao credor (pessoa ou instituição financeira que o concede) a propriedade do bem que pretende adquirir ou colocar em garantia, até a data do efetivo pagamento da dívida.

Dessa maneira, a alienação fiduciária é um instrumento que aumenta a garantia da transação, já que demonstra que a pessoa que solicitou o crédito está disposta a pagar as parcelas, pois deixou um bem alienado.

Em um cenário de incertezas e de redobrada preocupação com os riscos como o que estamos enfrentando, o uso do instituto da alienação fiduciária ganha destaque. Além de estar em alta é a prática preferida entre as instituições financeiras, dada a praticidade e garantias ofertadas nas operações.

O que é alienação fiduciária de veículos e quais as suas vantagens?

 A alienação fiduciária de veículos consiste, basicamente, no ato de disponibilizar um veículo de sua propriedade como garantia na obtenção de um empréstimo. Significa que o carro do devedor ou da pessoa que deseja realizar um empréstimo será dado como garantia de pagamento das parcelas.

De outra forma, quando uma pessoa vai até uma loja de carros interessada em adquirir um veículo e, para tanto, levanta um empréstimo bancário para concretizar a aquisição deste veículo, ela está ciente de que este veículo vai ficar como garantia, isto é, em alienação fiduciária até a quitação do financiamento. Do mesmo jeito, quando uma pessoa jurídica necessita de recursos para tocar a sua atividade econômica, ele disponibiliza um veículo em alienação como garantia para fazer jus ao valor pleiteado.

Por conseguinte, no documento do veículo constará que o carro é de propriedade da instituição financeira que concedeu o empréstimo até a sua quitação. Assim, o veículo em cujo CRV conste essa nota, não poderá ter sua propriedade transferida, pois, na letra fria da lei, ele ainda pertence ao credor. Em outras palavras, a posse do carro é da instituição credora, com a utilização do devedor, até que todas as parcelas sejam quitadas. Vale ressaltar, contudo, que a coisa somente é de direito de uso do devedor, enquanto estiver com o pagamento em dia.

Então, quitada a dívida, o gozo pleno de propriedade do veículo se efetiva para o devedor. Se por ventura o devedor não realizar o pagamento da obrigação contraída, o credor poderá reaver o bem juridicamente. Com isso o veículo vai a leilão e o valor obtido com a sua venda, por sua vez, será utilizado para sanar o pagamento da dívida que o credor tem a receber.

É por isso que essas operações tornaram-se corriqueiras entre as instituições financeiras por conta das facilidades propostas, que vão desde a negociação de taxas de juros mais baixas, com prazos de pagamento maiores, até a oferta de valores mais elevados, sem falar nas garantias ofertadas pelo tomador do crédito para honrar os compromissos assumidos.

Dessa forma, fica muito mais fácil para o tomador do crédito alcançar os recursos de que necessita, seja para a satisfação de um desejo de realizar uma viagem, seja para quitar dívidas, reformar um imóvel, ou mesmo para a manutenção do capital de giro ou expansão do seu negócio. Por todas essas vantagens é que muitos empreendedores estão utilizando essa alternativa para fugir das elevadas taxas de juros cobradas pelos empréstimos pessoais, empresarias e demais tipos de crédito e para facilitar a realização das operações.

Em síntese: a alienação fiduciária torna-se importante pela facilidade de adquirir o empréstimo e até mesmo solucionar de forma descomplicada eventuais conflitos. É uma garantia muito forte e traz pontos positivos para as partes da relação negocial que além de gerar rapidez e eficácia, traz segurança jurídica dos praticantes.

 Como funciona a alienação fiduciária de veículos?

 Ao realizar um empréstimo com garantia de carro, os juros sobre o valor contratado são bastante atrativos e, na maioria dos casos, mais vantajosos do que em outras modalidades de crédito. Outro fator importante é a facilidade e rapidez para se efetuar uma operação de crédito nesses moldes

Uma vez tomada à decisão de contratar esse tipo de tipo de empréstimo, é preciso analisar quais instituições financeiras possuem as melhores taxas de juros, de acordo com o perfil do seu negócio. Recomenda-se muita prudência nessa hora. Faça as pesquisar necessárias até identificar quem lhe ofereça as melhores condições de crédito.

Feita a solicitação do crédito, a instituição financeira irá analisar o perfil de seu negócio, o ramo de atividade, faturamento mensal, tempo de funcionamento, restrições comerciais, etc. Com base nessas informações, comumente são liberados em torno de 80% do valor do veículo alienado, dependendo do tipo de instituição selecionada. Em todos os casos, são realizadas consultas e analisadas as documentações solicitadas, incluindo as do veículo.

Onde conseguir crédito com carro em garantia?

 Hoje em dia diferentes instituições oferecem esse tipo de empréstimo, não apenas bancos e financeiras. Empresas cada vez mais tecnológicas e focadas em finanças, chamadas Empresas Simples de Crédito e Fintechs, têm se especializado neste tipo de operação.

O principal objetivo desses novos tipos de negócios é romper o velho círculo onde somente algumas instituições financeiras ditavam as regras do mercado, fazer cair os elevados juros bancários praticados e facilitar o acesso ao crédito. Nestas instituições digitais, você não precisa mais ir até uma agência bancária e enfrentar filas para solicitar um crédito. Agora é possível realizar essas operações e contratações diretamente pela internet usando o seu smartphone e poupar tempo.

Esse é o caso da PEGAFACIL, uma Empresa Simples de Crédito, com base tecnológica e experiência em concessão de empréstimos com garantia. Ao utilizar a nossa plataforma, você simula o seu crédito, pode alienar o veículo e conseguir até 80% do valor total dele, com taxas personalizadas para cada perfil de negócio. É possível fazer  a simulação de empréstimo agora mesmo!

Como ofereço meu carro como garantia?

 Obviamente, quanto mais novo o modelo e maior o valor do carro, melhores as condições de empréstimo. Da mesma forma, quanto menos dívidas e multas acumuladas tiver o seu veículo, melhor será para a instituição financeira que vai efetuar o empréstimo com a alienação do seu veículo em garantia. O ideal é que o veiculo esteja livre e desembaraçado, sem nenhum débito em atraso, principalmente com o IPVA.

A maioria das instituições exige que o carro esteja em nome do solicitante do empréstimo, regularizado (sem multas) e ter no máximo 15 anos de uso. Algumas exigem que o carro esteja com pelo menos 50% ou mais do seu valor quitado, embora não seja regra geral, pois varia de acordo com cada credor. Outra exigência é que um mesmo carro não pode estar envolvido em mais de uma alienação.

Documentos exigidos e procedimentos da contratação do processo.

 Ao fazer o empréstimo com veículo em garantia, certifique-se de que você está de posse de todos os documentos necessários para a solicitação do crédito e se está em dia com toda a papelada junto ao Departamento Estadual de Trânsito. Confira!

  • RG e CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • DUT (Documento Único de Transferência do veículo);
  • CRV (Certificado de Registro de Veículo), emitido pelo DETRAN.

Já no caso de pessoas jurídicas, outros papéis podem ser solicitados pelo credor, tais como:

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ);
  • Demonstrativos financeiros de sua empresa, para analisar o fluxo de caixa;
  • Razão social;
  • Licença comercial.

Como Proceder

  • Dirigir-se, com seu veículo, Empresa Credenciada de Vistoria, munido dos documentos pessoais e do veículo para realização da vistoria;
  • Dirigir-se aos guichês, para retirada do documento para pagamento do DUT/DETRAN);
  • Efetuar a quitação do DUT/DETRAN;
  • Retornar com o comprovante de pagamento do DUT/DETRAN, obtendo o documento – CRV.

Quem pode solicitar

  • Terceiros
  • Proprietário do Veículo – Pessoa Física ou Jurídica
  • Despachante

Quem pode retirar

  • Terceiros
  • Proprietário do Veículo – Pessoa Física ou Pessoa Jurídica
  • Despachante

Locais de Atendimento

Considerações finais sobre a alienação de veículos

 Nas operações de empréstimos e financiamentos, os riscos com a inadimplência estão sempre presentes. É da essência do negócio. Afinal de contas, os negócios estão sujeitos às intempéries da conjuntura econômica Alguém pode pegar um crédito e simplesmente desaparecer no mapa.

Entretanto, um empréstimo feito com garantia de um bem, muda completamente o cenário da transação. A operação oferece, nesta modalidade, um baixo risco para a instituição credora, pois ninguém em sã consciência vai colocar um bem em garantia se não estiver imbuído de boa fé.

Quando se coloca um carro como garantia junto à financeira, demonstra-se a boa vontade do devedor e aumenta a probabilidade do pagamento em dia das parcelas contratadas. É exatamente por isso que esse tipo de operação tem se tronado bastante atrativa, já que os empréstimos com garantia de veículos possuem valores mais altos, juros mais baixos e prazos de pagamentos estendidos.

Em suma, não tem nada complicado neste tipo de crédito? Durante o período de duração da dívida, a instituição financeira que ofereceu o crédito tem a propriedade indireta do bem. Porém, o tomador do empréstimo segue usufruindo o bem alienado.

A alienação fiduciária de veículo é realizada pela maioria dos bancos e instituições financeiras do Brasil. Contudo, caso queira descobrir um jeito fácil e descomplicado, que atenda a sua necessidade, consulte a PEGFACIL que ela irá te ajudar a contratar o crédito com garantia ideal para o seu negócio. Cadastre-se em nosso site e faça  a uma simulação de empréstimo! É online e de graça.